Brasão de Armas

GRANDE PRIORADO DO BRASIL DA ORDEM DOS CAVALEIROS BENFEITORES DA CIDADE SANTA - C.B.C.S

 

O brasão de armas do Priorado é constituído por um escudo e um listel com um moto (divisa ou lema).

 

  

 

O escudo, em estilo português, espanhol ou brasileiro, possui uma banda em cor blau (azur ou azul) representando o céu que cobre a nossa pátria. Deve-se salientar que o blau representa na heráldica: justiça, lealdade, temperança, sabedoria e caridade.

No seu chefe (meio do terço superior do escudo) estão colocadas estrelas em esmalte de metal ouro.  Esse metal, representado pelo amarelo, simboliza Nobreza, riqueza, poder, luz, constancia e sabedoria.  Também significa que deve-se ajudar os pobres e proteger os dirigentes.

As estrelas do Cruzeiro do Sul (Constelação Crux) representadas no escudo simbolizam cinco Estados brasileiros e por extensão o Brasil e a região sul do globo terrestre.

A seguir segue explicação detalhada a respeito de cada estrela.

 

 Estrelas da constelação Crux

 

 

α Cru: Acrux (Estrela de Magalhães)

β Cru: Mimosa

γ Cru: Gacrux 

δ Cru: Pálida

ε Cru: Intrometida.

 

Na bandeira do Brasil, Acrux representa São Paulo, Mimosa o Rio de Janeiro, Gacrux a Bahia, Pálida Minas Gerais e Intrometida o Espírito Santo. É interessante sinalar que as estrelas estão de acordo, respectivamente, com esses astros no céu carioca na manhã da proclamação da República (de 15 de novembro de 1889, às 8h30 - doze horas siderais - e devem ser considerados como vistos por um observador situado fora da esfera celeste).

O Cruzeiro do Sul é uma das constelação mais conhecidas pelos habitantes ao sul da linha do equador. Uma prova da sua popularidade é que está representada em várias bandeiras nacionais, como a do Brasil, da Austrália, da Nova Zelândia, da Papua-Nova Guiné e de Samoa e também nas bandeiras de vários estados e territórios, e está no centro do brasão de armas do Brasil .

Deve-se salientar que as estrelas no nosso escudo, em particular, representam a constância de todos os cavaleiros ao serviço do Soberano ou dirigente da Ordem.

O terço médio e o terço inferior do escudo é composto por um fundo branco e uma cruz vermelha vazada. O fundo branco representa heraldicamente pureza, integridade, obediência, firmeza e vigilancia. 

A cruz alude a espada dos cavaleiros na defesa da sua fé cristã. No nosso escudo a cruz vermelha vazada tem uma forma parecida com a Cruz de Cristo.

 

 

 

A Cruz de Cristo é uma cruz vermelha de hastes simétricas, vazada ao centro e era o símbolo da Ordem Militar de Cristo, fundada por D. Dinis em 1317, na seqüência da extinção da Ordem dos Templários.

A nossa cruz vermelha tem a forma de uma cruz pátea vazada ao centro.

 

    

            Cruz Pátea                        Cruz Pátea vazada

 

A cor goles (vermelha) da cruz alude a força, audácia, coragem, bravura e lembra a perene solidez do propósito daquele que expõe a própria vida na defesa de seus semelhantes.

Abaixo do escudo, compondo o brasão, há um listel branco, com um moto, lema em letras negras. O sable (negro) significa heraldicamente prudencia, rigor, obediência, honestidade e tristeza.

O lema escrito no listel esta escrito em latim: Deo Adjuvante, que significa: Deus está conosco.

 

Texto do Rev. Cav. Mário del Rey - Rei de Armas